domingo, 3 de fevereiro de 2013

NOSTALGIA - Poema de Teresinka Pereira

NOSTALGIA 
Teresinka Pereira*


Nem todos os males
podem ser curados
pelo tempo sozinho.

Há que tecer nas veias
um sangue novo
para esquecer o amor
que ficou seco
sem resposta
e que veio trazer a sede
desta nostalgia
que me cresce na garganta
com a solidão.

_________________________
*Teresinka Pereira, poeta, autora deste poema, escritora de renome internacional,  dirige a instituição cultural denominada IWA - International Writers and Artists Association, Toledo, OH, Estados Unidos.

2 comentários:

Janice Adja disse...

Palmas!!!

Meimei Corrêa disse...

Teresinka, lembra-se de mim? Estivemos juntas na Antologia Mulher Poesia Hoje I do Gino Frey em 1987.
Gostaria de receber notícias suas...
http://meimeicorrea.blogspot.com

meimeicorreaster@gmail.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...